quarta-feira, 24 de abril de 2013

Dificuldades do início da Maternidade - como superá-las ?!

Olá meninas, tudo bem?!


Pensa em uma grávida que foi bombardeada de informações negativas sobre o sono do bebê, sobre as dificuldades do primeiro mês, sobre você não dar conta e quase morrer de canseira, sobre cólicas e você não ter mais a sua vida, sobre você não sair de casa, sobre ficar com o corpo estranho, sobre você não ter mais tempo para si, sério mesmo, acho que 99% das mulheres-mães que eu conhecia falavam o tempo todo pra mim: aproveita pra dormir agora, por que depois vai ficar difícil...


Eu já tinha pra mim que viraria um zumbi ambulante, uma sobrevivente de guerra ou algo assim, então, pensando nisso, durante toda a gestação, eu só dormia, dormia muito, dormia de noite, dormia de dia, de finais de semana e feriado, tipo assim, eu queria acumular "sono e descanso", quase parei minha vida social para descansar e dormir, de tanto pavor que as pessoas me colocaram com relação as dificuldades do início da maternidade.

Eu e meu marido no último mês de gestação queríamos sair para todos os lugares do mundo, rs, tipo "como conhecer 100 restaurantes em um mês?!"...

Quanta bobagem !!! Sinceramente, eu ainda não sei por que as mulheres fazem isso com as outras de sua espécie, se é querendo ser sua amiga e te prevenir, ou querendo te apavorar. Eu preciso lembrar disso e não fazer isso com outras gravidinhas !!!

No meu caso foi super tranquilo, eu não sei se foi por que eu me preparei para o pior, ou se vejo as dificuldades com um olhar um pouco mais otimista, aqui em casa nunca passei uma noite em claro, nunca fiquei horas sacolejando minha filha, enfim, para nós, ter um bebê recém-nascido não é nada de outro mundo.

Pra você ter uma idéia, minha bebê não se adaptou dormir no carrinho no nosso quarto, ela gostava de dormir em seu berço, no seu quartinho, desde a primeira semana de vida. Ela mamava e dormia, mamava e dormia. Teve um pouquinho de cólica sim, mas nada de outro planeta, era no comecinho da noite e se acalmava logo.

Tudo bem que meu marido esteve comigo 40 dias me ajudando, de férias (só na carteira de trabalho, rs), talvez por esse motivo eu não tenha me cansado tanto, dividindo as tarefas com a bebê.

Talvez minha filha seja um espírito super evoluído, super calmo, tipo 0,00001% das crianças são assim, ou talvez ela que veio para este mundo para salvar nossas vidas, mas sinceramente, acho que ela é uma bebê normal.

É lógico que a sua vida muda, você precisa fazer sim adaptações e abrir mão de muitas coisas, mas tudo vai entrando nos eixos e você percebe que todas essas mudanças deixam a sua vida melhor ainda, mais rica, com sentido.

As vezes eu penso em como eu era fútil, minha maior preocupação era o cabelo, o sapato, a foto do facebook, afff, hoje passo o dia todo dentro de casa, com minha bebê, descabelada (eu) e saio na rua para passear com ela e fico super feliz! Aos finais de semana sempre passeamos, parques, restaurantes, shopping e a vida toma um rumo com um pouco mais de conteúdo e sentido, não me abalo mais se passo um sábado a noite em casa ou se não tenho uma roupa que encaixe perfeitamente no corpitcho!!

Sobre as noites bem dormidas da minha bebê, eu tenho um segredinho, é lógico que eu tenho, rs, e como eu não sou egoísta, rs, vou compartilhar com vocês um DVD que assistimos durante a gestação, indicada por uma amiga, e pela pediatra dela (que hoje é minha pediatra também !!).

Esse Dvd nos ensinou algumas técnicas para acalmar o bebê e fazê-lo dormir melhor, mas esse é o tema do post de amanhã, vocês vão adorar!

Mas de qualquer forma, nunca sofra antecipadamente, não deixe que as experiências negativas das outras pessoas te façam ficar preocupada, cada bebê é de um jeito e não há receitas milagrosas. Uma ótima técnica é aquela chamada de "entra por um ouvido e sai pelo outro", filtre tudo o que você ouvir das pessoas e só fique com aquilo que vai te fazer bem e feliz !!

O que eu sempre penso e, que faz com que as dificuldades não pareçam gigantes é que: tenho um bebêzinho em meus braços que muito em breve, quando meus olhos não perceberem, a vida terá passado e ele crescido, então, deixa eu curtir, até as coisas difíceis, pois com certeza sentiremos saudades de tudo, do cheirinho, do chorinho, fraldas, chupetas, chocalhos e este sorriso banguela mais lindo do mundo !!!

Seja qual for o tamanho da sua dificuldade no início do pós parto, pode ter certeza, o que ficará é este amor e esta alegria nunca sentido antes!!

Super Beijo !!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário